Paranóias

You will find everything here!

Posts Tagged ‘portugal

Cristiano Ronaldo – Tested to the limit

leave a comment »

Um documentário impressionante, a explicar um pouco o fenómeno que é Cristiano Ronaldo! Uma autêntica “máquina”, fruto de muito trabalho e talento!

Fantástico!

A great documentary about Cristiano Ronaldo. An amazing “machine”, result of an awesome work, dedication and talent!

Fantastic!

 

IMDB

Futebol? Não…

with 4 comments

O futebol hoje em dia está podre…

Por estas e por outras já não vejo futebol…

Os artigos do ano

with 2 comments

Olá a todos!

Início de 2019, como tal, gosto sempre de dar uma vista de olhos às estatísticas do blogue para ver como correram as coisas durante o ano anterior. O ano de 2018 foi o ano em que voltei em força com o blogue (depois de uns anos parado e sem alimentar este espaço). A título de exemplo, em 2013 publiquei 1.129 artigos, em 2015 foram 476 e em 2017 apenas 8 artigos… Até que, algumas pessoas que conheço me iam abordando e insistindo para que continuasse. Assim, optei por dar uma nova força e, comecei novamente a ficar com o gosto pela coisa! 😀

wordpress

Assim, decidi fazer um levantamento dos melhores artigos do ano em termos de números.

Total de visualizações: 28.100

Total de visitantes: 19.599

Total de Gostos: 1.671

Total de comentários: 176

Top 10 de artigos mais vistos em 2018:

Abocat, sabe o que é?9.079

Página principal2.568

Glifos e os seus significados1.752

Girl With Ballon: obra de Banksy destrói-se depois de leiloada520

Qual a cor da zebra?401

Fernando Pessoa – Às vezes, em dias de luz perfeita e exacta291

Matrículas – paranóias264

Lindsay Lohan nua na Playboy por 1 Milhão!232

Facebook and Whatsapp224

Mulher portuguesa cai do 27º andar por causa de selfie (vídeo)213

Top de países que mais visitaram o blogue:

Brasil – 14.925

Estados Unidos – 5.051

Portugal – 3.975

Canadá – 359

Reino Unido – 350

Espanha – 323

Itália – 295

Alemanha – 282

França – 255

Índia – 225

O melhor mês foi o de Outubro: 3.987 visualizações, 2.802 visitantes, 437Gostos e 42comentários.

E espero, no mínimo, duplicar estes números durante este ano de 2019, de forma a voltar aos números de 2013 (quase 65.000 visualizações)! 😀

Outro objectivo que tenho para 2019 é voltar a escrever mais textos próprios, com opiniões sobre diversas situações da actualidade, como por exemplo o meu primeiro artigo deste ano, sobre o programa The Voice – Portugal 2018. E, com este tipo de artigos, também conseguir parcerias com marcas, unboxing de produtos, entre outros, tal como já fiz no passado.

E, por último, também continuar a alimentar o meu segundo blogue, com fotografias da minha autoria: Nuno França – Photography, que, aos bocados, vai tendo números cada vez maiores e mais seguidores! Se ainda não fizeram “Seguir”, cliquem no link!!!

Obrigado a todos vocês que passam por cá diariamente!

The Voice Portugal – 2018

with one comment

Olá a todos!

Terminou no Domingo a edição 2018 do programa dedicado à Música: The Voice Portugal

the-voice-portugal-2018-finalistas

Acabou esta edição, que foi a pior edição do programa (pelo menos das edições que acompanhei nos últimos anos)! E digo pior edição não pelos concorrentes que passaram, mas pelas situações que se passaram no programa… e que culminaram com a final de Domingo, escandalosamente política, com um resultado previsível dado aquilo que se viu durante o programa todo! Ora, passo a explicar:

  • A ida da jovem Marvi (de Timor-Leste) para a equipa da Marisa Liz e toda a “menina especial” mencionada pelos mentores do programa, dado ter vindo de Timor-Leste;
  • A ida de Xanana Gusmão (antigo presidente de Timor-Leste) ao programa da RTP-1, levou muita gente a criticar e a julgar uma passagem da jovem à próxima fase por questões políticas;
  • Marisa Liz (artista que admiro muito), escolher a Diana para ir à final e depois verificar-se o ponto abaixo;
  • A alteração de regras, de 2017 para 2018, que permitia a ida à final de 5 finalistas (com 4 mentores apenas), permitiu à jovem Marvi, de Timor, a ida à “repescagem” e, por conseguinte, a ida à final;
  • Os outros mentores raramente falaram na qualidade técnica da Marvi, referindo apenas o facto de ser uma “menina especial”, de um país que passou por muitas dificuldades e que tinha muito valor por estar ali, longe da família… e, Marisa Liz, falava sempre do facto de ela ser especial e fazia da jovem uma deusa. Ela nem sequer sabia falar português em condições! Se aparecesse algum concorrente que não soubesse falar/pronunciar bem o Inglês (por exemplo), certamente seria excluído por esta razão… A Marvi não, pronunciava mal algumas palavras, penso até que se esqueceu de uma parte de uma canção… mas nunca foi criticada por isso. Aliás, desculparam-na sempre pelo facto de ser… de Timor-Leste;
  • Marisa Liz tanto elogiou e comparou a Diana Castro à sua imagem pelo sofrimento de seguir o seu sonho com família de dois rebentos pequenos, mas depois, aparece esta tal regra que mencionei acima…;
  • Sondagens que, se já há algum tempo duvidava que existissem, nesta edição acho que confirmei a minha ideia: não acredito que o voto do público conte para alguma coisa;
  • A Aurea, que tanto admiro como artista, foi também uma mentora que, infelizmente, desde o início, me surpreendeu pela negativa, pois demonstrou várias vezes ter preferências claras por alguns concorrentes… pondo de parte alguns com potencial superior… mas prefiro não me alongar neste sentido. Ainda assim, acho que a concorrente que chegou à final (Soraia Cardoso) foi uma justa finalista, dados os elogios da Aurea em termos do sentimento da concorrente ao cantar fado… muitas das vezes elogiada/considerada a melhor concorrente a cantar fado em todas as edições do The Voice. Mas por vários momentos, ficava na dúvida se ela ia dar prioridade máxima à concorrente;
  • Mickael Carreira e o Anselmo Ralph, este ano, surpreenderam-me ao serem mais imparciais ao escolherem, de facto, quais os melhores artistas para a ida à final!! Carreira, com o Gonçalo Lopes, com uma presença enorme em palco e uma belíssima voz… e, Ralph, com a Vânia Dilac, que vive aqui na minha ilha, São Miguel… e merecia, de longe, um resultado melhor do que aquele de ontem… um 4º lugar.

 

Com tudo isto, não quero dizer que estou contra a participação da Marvi… acho que todos têm direito, tal como o Leo (emigrante em França), ou Anna Ermakova (russa, a viver em Portugal)… não é isto que está em questão.

Estou sim, insatisfeito pela forma como as coisas decorreram durante o programa todo. A forma como a Marvi foi levada até à final, com poucos elogios e mais referências às dificuldades no país da jovem.

Vânia Dilac: tremendamente elogiada ao longo do programa todo e conhecendo o talento desta mulher, por já a ter visto em grandes espectáculos aqui em São Miguel… levando mesmo a pensar que os resultados do “público” não existiram neste programa!

Diana Castro: também com uma qualidade enorme, mas também foi surpreendida por este resultado, quando esteve sempre na frente das “sondagens”.

Para mim, esta final devia ter sido decidida justamente entre as duas mulheres acima mencionadas… E com a Soraia Cardoso ali à luta no 3º lugar.

Vejam abaixo os 5 finalistas e digam-me a vossa opinião…

5 finalistas

Outros lugares onde se menciona a polémica do programa de 2018:

Vitória contestada pelos espectadores

Alguém deve ter pago

 

The Voice Portugal: Nunca mais!

Comece a semana a rir

leave a comment »

O grupo Fala Quem Sabe era um grupo da ilha Terceira (Açores), que teve um programa de humor na RTP-Açores.

Aqui ficam uns vídeos deles:

 

 

Fontes:

YouTube (Fala Quem Sabe)

Facebook

 

Comece a semana a rir

leave a comment »

Olá a todos!

Hoje, um pouco mais tarde, a rubrica semanal com algo para começar a semana a rir. 🙂

Boa noite a todos! 😀

Written by Nuno França - Photography

10 de Dezembro de 2018 at 20:44

Aterrar nos Açores

leave a comment »

Este post prova que nos Açores não é fácil ser-se piloto de aviação comercial.

As nossas ilhas estão no meio do Atlântico, muitas das vezes com ventos cruzados com rajadas fortíssimas.

O 1º de Dezembro foi pródigo no que diz respeito às aterragens em LPFL, e o Spotting a Ocidente esteve lá para as registar.

   Com ventos de rajada  na ordem dos 30 nós, cerca de 55 km/h, os pilotos da SATA provaram de que fibra são feitos.

  As duas aterragens do Q200 e uma do Q400, demonstram bem o quão difícil é voar nestas ilhas de bruma.

Fonte:

Spotting a Ocidente