Paranóias

… It's everywhere …

Praxes? Porque aderem para depois desistir?

with 4 comments

Olá!

Hoje falo das Praxes que se costumam praticar nas universidades. E a questão é a seguinte:

Porque é que há alunos que aderem às praxes e, passado um dia ou dois, vem com conversas “Quero desistir das praxes!” ?!

Sabendo eu (e muitos de vocês que estão a ler isto agora) que as praxes em Portugal são, muitas das vezes, animalescas, ainda me custa a perceber o porquê de ainda haver gente que “arrisca” ao querer fazer parte das mesmas.

Sim, é a dita história: “É por questões de integração no espírito académico.” e blablas.. Isto são tretas..

Eu penso da seguinte forma:

Se não gostas que façam pouco de ti, mais vale nem sequer inscreveres-te nas praxes.

Claro que o “fazer pouco” aqui é mesmo o abuso das pessoas, descaradamente, como todos nós ouvimos falar sempre que arrancam os anos lectivos. Quero com isto dizer que, simples brincadeiras, tudo bem… mas nunca ao ponto daquilo que vemos/ouvimos.

Digo mais.. quando fui para o 10º ano, Escola Secundária Antero de Quental, cheguei a casa com uma figura ridícula.. Foi de tudo um pouco (1 pacote de farinha despejado, ovos, ceras, ketchup, maionese, etc… por acaso escapei ao famoso “pó-de-macaco”, que, segundo diziam, dava uma enorme comichão…) acho um exagero, uma brincadeira ou outra, tudo bem.. mas depois é sempre o abuso.

Portanto.. podia eu, entrar 50 vezes numa universidade, que nunca iria fazer parte da praxe, muito menos fazer as barbaridades que fazem todos os anos.

E diga-se de passagem, por cá, nem sequer levam as coisas aos extremos, graças a Deus.. ou não.. O mais ridículo que vi: alunos vestidos normalmente e com grandes fraldas enfiadas no dito cujo… 😕

Advertisements

Written by paranoiasnfm

23 de Setembro de 2008 às 14:18

4 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Oi!
    Eu acho que não há praxes engraçadas ou que não são engraçadas. Eu acho que coisas engraçadas e de que se gosta são “bricadeiras” e não “praxes”. Praxes é sempre estúpido porque é humilhação pela humilhação. E por mais nada para além disso. O que pode ser fixe nas praxes, consegue-se sempre sem praxes. Brincadeiras fixes podes sempre fazê-las com amigos! A praxe é a coisa mais imbecil que conheço.

    Dalila

    18 de Outubro de 2008 at 16:49

  2. LOL
    eu lembro-m d t ver td cagado 😛 ms o pior pa ti é k eras o unico aluno novo na turma e se calhar por isso te sentiste mal, pr seres o unico. Talvez s toda a gente estivesse como tu não te sentias tão mal.
    Outra coisa é k nem é preciso inscrever em parte nenhuma pa seres praxado! os gajos ja la tao a tua espera! E nem te perguntam se keres ou nao…é do tipo ‘toma la e cala-te’!
    Realmente fazem coisas estupidas, ms a estupidez está é nas pessoas, pk até ha praxes bem engraçadas. Por exemplo, no IST (eng. civil) não há mt akela coisa da praxe, ms tds os anos a 1ª aula dos caloiros é uma aula ficticia dada por um veterano k faz uma apresentaçao ao curso, cadeira e escola deveras assustadora, pa dps no fim desmistificar td 😛 e dps fazem-nos acartar tijolos de barro de 30 pela alameda da universidade 😄
    abraço Nuno!

    Nuno Alves

    26 de Setembro de 2008 at 15:53

  3. é pa hoje fui até ao ISEC e o pessoal “doutor” já la estava à espera dos caloiros…e eu como caloiro gostei da maneira como me receberam….

    Rui Martins

    23 de Setembro de 2008 at 17:58

  4. Anti praxe, here.

    Silas

    23 de Setembro de 2008 at 15:43


Comment!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: