Paranóias

… It's everywhere …

Maitê Proença Satiriza(Xinga) os Portugueses

with 17 comments

Epa, eu ADOREI isto!

Não, não estou a ser irónico.

Satirizou, e muito bem, o povo português!

Senão vejam:

- O passeio em Sintra, vemos aquela famosa montagem do número 3 na porta (tivemos um exemplo o ano passado nas Portas do Mar, aquando da inauguração – foto que não consegui arranjar, apesar de já a ter visto algures)

- A escolha dos portugueses, do português mais IMPORTANTE da história de Portugal. Não foi D. Afonso Henriques, nada que se pareça com isto… mas sim António Salazar. Uma “boa” escolha, quando, na verdade, MUITA gente critica Salazar;

- Vai ao hotel, de 5 Estrelas (a categoria máxima)… e é tratada, supostamente, da forma como descreveu;

E muitos vem criticar?!

Ora, nós somos SATIRIZADOS pelos Gato Fedorento, por Contemporâneos e muitos outros humoristas. Muitos de nós vemos este tipo de humor!

Esta senhora vem cá e criticam? Epa, muito sinceramente, não vejo qualquer problema neste vídeo. Ela apenas diz a realidade. Não disse qualquer novidade.

Por que razão não aceitamos críticas como estas… e, quando vemos programas como aqueles referidos acima, não se diga nada?!

Se quiserem ver outras histórias, veja abaixo:

About these ads

Written by paranoiasnfm

13 de Outubro de 2009 at 20:58

17 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. devolvam nosso ouro e pau brasil
    voces sao um bando de gante chata tem inveja do brasil,pois ele evoluiu e voces nao.haha,o brasil morre de inveja do pais mais favelado da europa
    sou brasileiro com muito orgulho,voces criticam maite,consomem demais nossas coisas ,ora ter uma ideia maite nao e tao conceituada aqui,no brasil,mais ai ela e uma “deusa”voces dependem da gente

    antunes lews

    29 de Novembro de 2009 at 21:14

  2. por acaso ate foi, mas caso ela prettendesse fazer troça não é preciso cuspir num monumento com anos de historia, é que caso não saibam pode ser considerado como vandalizar o monumento, e isso é grave, acho que dá coima mesmo… e já agora um cipreste é bem diferente dum pinheiro =)

    fcneto

    27 de Outubro de 2009 at 10:09

  3. O número 3 invertido passa a ser um “E”, e é chamado de “poder do 3″. Esta letra representa o olho (de Hórus). Simboliza Marte. Representa talento. Representa guerra. Representa também a Estrela de David.
    O 3 invertido é ligado ao aliviar de stress e ansiedade.
    Uma técnica de oratória para controlo dos ouvintes muito usada pela Maçonaria é usar este poder do 3 invertido ou olho, dividindo a oratória em 3 tópicos, pois o cérebro de quem ouve assimila melhor do que se for em 2 ou 4.
    Aquela placa de 3 invertido poderá unicamente representar uma moradia Judaica, uma forma de dizê-lo ao mundo sem que a maioria das pessoas entendam

    fcneto

    26 de Outubro de 2009 at 17:08

    • Sim, pode ter tudo o seu significado.
      Mas, como referi no post, tivemos um exemplo o ano passado por cá. Foi inaugurado um grande empreendimento na minha cidade, em que temos um Terminal Marítimo… ora, o que se passou foi termos estas duas palavras pregadas na parede com letras BEM grandes… e terem colocado o “e” do Terminal virado ao contrário.
      É grave, muito grave… a mania das pressas.

      Aquela situação do “3” pode ter sido propositada, mas a verdade é que a Maitê aproveitou-a bem para fazer uma crítica acerca da nossa “mania-das-pressas”. ;)

      paranoiasnfm

      26 de Outubro de 2009 at 18:34

  4. Parabéns pela lucidez e racionalidade. Infelizmente, a maior parte das pessoas não constuma utilizar as funções intelectuais de que dispõem, e engolem sem questionar tudo o que os média impingem. Essa polêmica, que é uma nulidade total, foi inventada pelos média ao publicarem um video feito há 2 anos fora do contexto. Parabéns por ser dos poucos a encarar a questão com os olhos abertos. Já agora, gostaria de deixar o link para o meu texto também relativo ao tema:

    Notas sobre o “caso Maitê Proença: http://poucoumtudode.blogspot.com/2009/10/notas-sobre-o-caso-maite-proenca.html

    A labreguice justiceira: http://poucoumtudode.blogspot.com/2009/10/labreguice-justiceira.html

    Abraço!

    Juliano Mattos

    23 de Outubro de 2009 at 20:51

  5. Era uma vez um cristão que queria expulsar o José Saramago de portugal para todo o sempre, porque este decidiu falar mal da biblia. Amén!

    Liberdade de expressão é bonito e eu gosto. Saramago foi só um exemplo de amostra retrograda. Ainda há portugueses que tentam copiar os cavalos que utilizam duas paletes laterais nos olhos, só olham numa direcção e não conseguem ver mais nada.

    Há Bananas e Baninas… os Baninas são os que não aceitam criticas, ou opiniões.

    Seguindo a lógica em filosofia:
    Baninas = Pessoas que não aceitam criticas, ou opiniões
    Portugal tem: Muitas pessoas que não aceitam criticas, ou opiniões
    Logo: Portugal = A muitos Baninas.

    Quis ser filosofo por 2 segundos. Não consegui.

    Ahir Hasta.

    Rfn

    21 de Outubro de 2009 at 22:46

  6. acho que se devia ter informado antes de vir, é que aquele 3 ao contrario tem uma simbologia, e cuspir no patrimonio é gozar com o povo, não é humor, acho que lhe devia ser aplicada uma multa, quanto mais… E se dizem mal de uma fachada antiquissima, devia de ir para as favelas cuspir, talvez tivesse o que merecia…

    fcneto

    15 de Outubro de 2009 at 17:00

    • Por que raio!? Já de vez, explique-me lá a simbologia do 3 ao contrário naquele caso concreto. Ficava-lhe muito agradecido se conseguisse arranjar uma explicação possível e precisa.
      Ah e mais, você então também teria agora o direito de levar uma multa de todos os tamanhos, só por estar a dizer isso, não? Ou não faz um gozo de vez em quando acerca dos outros países? É um santo, agora…

      Amarino França.

      16 de Outubro de 2009 at 08:49

  7. Discordo plenamente com a expressão “ADOREI”. Tão? Se não és tu, português, a defender aquilo que é teu quem será que vai defender? A Maitê não é de certeza.
    Acho sinceramente que é uma falta de carácter/educação, ser recebida num país que não é seu e adulterar factos históricos, ou de cultura geral portuguesa ( a casa do número 3, ou pior, cuspir em Património Cultural. Concordo que o nosso país tem muito a desenvolver no que diz respeito a hotelaria e não só, esse assunto do desenvolvimento tem pano para mangas, mas no entanto é o NOSSO país, e na minha opinião, acho que fica um pouco de mau gosto, dizer numa entrevista o que se passa na sua vida privada, ou seja no hotel. Acho que o timing não foi o melhor.
    O que a Maitê pode não se ter apercebido na altura, mas que mais tarde, possivelmente – e espero eu que aconteça- vai se aperceber é que da próxima vez que ela vier ao país vai ser recebida com algum desdém e imcompreensão da maioria dos portugueses.

    Mary Jo

    15 de Outubro de 2009 at 10:52

  8. *lusofóbico

    PS – o programa desta gaja também não tem nível nenhum, nem sei por que raio se importam. É mesmo das piores m*rdas que já vi na minha vida inteira.

    Amarino França.

    14 de Outubro de 2009 at 22:52

  9. O que está em questão não é o facto de ela ter satirizado ou não, é o facto de ter dado a entender um pouco de “nojo” pelos portugueses. Mas as pessoas, como sempre, estão a exagerar. A atitude dela não foi bonita, mas a “nossa” – sim, porque de minha não tem nada – atitude também não é muito digna de se ver.
    De qualquer dos modos, estou-me mas é a cagar. Ela tem tanto direito de falar mal de Portugal, como maior parte dos ranhosos que se queixaram da lusofobia desta senhora têm de falar de muitos outros países.
    Vivemos no século XX ou quê c*ralho? Então e a liberdade!? Cambada de hipócritas, que nojo. Acho que até eu começo a ser um bocado lusófobo.

    Amarino França.

    14 de Outubro de 2009 at 22:51

  10. Não vejo nenhum problema com o que a actriz diz ou deixa de dizer. Parece-me apenas que não é de bom tom cuspir para um dos símbolos de um país. Isso demonstra desprezo e, antes demais, muita falta de educação: aqui, no Brasil, na China e no mundo. A actriz defendeu-se dizendo que satiriza quem gosta e respeita: concordo, todo o fazemos. Porém, não me parece que nos desloquemos para casa das ditas pessoas e lhes cuspamos onde quer que seja.

    Rita

    14 de Outubro de 2009 at 19:45

  11. Eu moro no brasil.. e o que vejo é bem diferente…

    acho que quem escreveu isso tem o qi de uma minhoca e nunca conheceu nada alem do interior onde vive!

    Vai de volta pra roça e faz um blog sobre isso!
    Descreveu Portugal e esqueceu que somos uma nação de gente pronta para responder, não como a pessoa que escreveu isso! sem demoras. não vou perder tempo discutindo.

    Paulo Miranda

    14 de Outubro de 2009 at 15:12

  12. Também não concordei….Falas do Gato Fedorento e dos Contemporâneos mas eles são humoristas e caso não saibas no brasil também há muitos humoristas a gozar com os portugueses….
    A diferença é que os humoristas portugueses não fazem viagens ao brasil só para criticar e para cuspir em património brasileiro….

    raquel

    14 de Outubro de 2009 at 10:26

  13. Pois é, os portugueses têm muita falta de humor…e na hora de comprar o seu livro, espero que todos os portugueses também tenham falta de dinheiro.
    Maitê, pode ser normal gozar o povo brazileiro e até o Presidente Lula como a Sra diz, assim nos tem mostrado o seu elevadíssimo grau cultural através do programa “Saia Justa” (programa invejável).
    Minha querida, é verdade…não gostámos da sua atitude! E não há desculpas, por isso poderá também acusar os portugueses de rancorosos, além de estúpidos.
    Maitê, não invista apenas em escárnio e maldizer, uma leiturazita na História fazia-lhe muito bem…
    Mas a sua pior atititude foi ter cuspido no Nosso património, acho que a Sra. deveria ser proibida de enrtrar em Portugal, face ao desrespeito pela honra portuguesa.
    Com desculpas não se vive e é difícil perceber esta atitude mentecapta…

    Maria Sousa

    14 de Outubro de 2009 at 10:10

    • Proíbida de entrar em Portugal!? Esperem aí, tenham-me dó! Vai lá votar no PNR de vez, c*ralho. Que nacionalismo de porco. É por pessoas assim que este país NUNCA irá ser um país digno, nem de gente digna… Evoluam! Apercebam-se das situações, tratem da sua vida. Mas não, pátria acima de tudo… 25 de Abril? Que é isso!?

      Amarino França.

      14 de Outubro de 2009 at 22:56

  14. Bem pessoalmente não concordei com a sua reportagem! De facto, existem muitos erros, mas quem nao garante que seja igual ou pior no Brasil! Até as grandes potências mundiais têm desses erros… ou piores!
    Estou indignada…!

    Mas claro… é a minha opinião!
    Tu com a tua e eu com a minha, obviamente!

    Sem o povo português, o Brasil não seria o que é hoje.

    Ana Sofia

    13 de Outubro de 2009 at 21:06


Comment!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 569 outros seguidores

%d bloggers like this: